1. Home
  2. Laboratory Improvement
  3. Laboratories Outside the USA
  4. Sharing CAP Expertise
  5. Hospital Isrealita Albert Einstein—Crescimento estratégico guiado por uma parceria na qualidade

Hospital Isrealita Albert Einstein—Crescimento estratégico guiado por uma parceria na qualidade

Construído e diversificado sobre uma base de excelência

A Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein foi fundada em 1955 em São Paulo, Brasil, a terceira maior área metropolitana do mundo. O Hospital Israelita Albert Einstein (Einstein) foi inaugurado em 1971.

Agora, 50 anos depois, o Einstein é um sistema de saúde integrado e sem fins lucrativos que atende a uma variedade de necessidades de pacientes, empresas e de sua comunidade:

  • Atende ao público por meio de seu hospital de 70 mil metros quadrados e 16 clínicas.
  • Promove o futuro através de sua faculdade de enfermagem e medicina e instituto de pesquisa.
  • Apoiando outras organizações por meio de seus laboratórios comerciais, incluindo seu laboratório de referência e Núcleo Técnico Operacional e Contrato Organizacional de Pesquisa (COP).

Por meio de um planejamento estratégico disciplinado o Einstein tem conseguido crescer e se diversificar alinhado à sua missão de oferecer "excelência em qualidade”. Isso inclui pesquisar as melhores práticas, fornecer ferramentas de classe mundial, treinar e desenvolver relacionamentos com parceiros que compartilham seu compromisso com a qualidade.

Uma bússola para qualidade escalonável

O Dr. Cristóvão Mangueira, Diretor Médico da Medicina Laboratorial Einstein, participou do processo de planejamento estratégico de crescimento iniciado em 2006. Um de seus primeiros passos buscar referência com o que eles consideravam algumas das principais instituições dos Estados Unidos.

“Visitamos a Mayo Clinic, o M.D. Anderson e o Baylor College of Medicine”, lembra o Dr. Mangueira, lembrando que todos eram acreditados pela College of American Pathologists (CAP). “E isso foi incluído no processo de tomada de decisão.”

Descobrindo que a acreditação da CAP oferecia muitos benefícios: o mais importante, um processo comprovado para padronizar a garantia de qualidade.

“Com o tipo de crescimento que o Einstein teve nos últimos 10 a 15 anos, fomos realmente desafiados a manter a qualidade”, diz Dr. Carlos Ferreira, Gerente Médico da Medicina Laboratorial Einstein, Ex -presidente (2018-20) e atual Presidente do Conselho de Ex-Presidentes da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica – Medicina Laboratorial (SBCL/ML). “Para crescer, é fácil. Mas sem esses tipos de padrões, poderá perder qualidade. Nossa parceria com a CAP fez com que não perdêssemos o rumo. Isso nos deu nossa direção.”

Acreditação CAP: um investimento demonstrável

O Einstein também utiliza os padrões CAP para medir e comunicar o valor dos serviços laboratoriais para gestores, médicos e pacientes e clientes business-to-business.

Segundo o Dr. Mangueira, “A CAP é muito boa para a saúde econômica do nosso laboratório. Por quê? Porque o processo é mais quantitativo o que torna a nossa qualidade visível e facilmente demonstrável. Podemos usar esses tipos de indicadores internamente para melhorar e expandir continuamente o laboratório e externamente para capturar mais negócios, com mais facilidade.”

Dr. Ferreira concorda com o valor da acreditação da CAP: “Não é um custo; é um investimento”. Portanto, a crescente parceria entre os laboratórios CAP e Einstein é ainda mais justificada pelo custo-benefício, pois apoia os objetivos educacionais, financeiros e de marketing contínuos, incluindo:

  • Preservar os controles de qualidade à medida que os laboratórios do Einstein aumentam a escala.
  • Educar os gerentes e colaboradores do laboratório sobre novas metodologias.
  • Diferenciar os laboratórios Einstein da concorrência

A integração da acreditação CAP apoia o crescimento e, por todas os padrões, permitiu que o Einstein estendesse seus benefícios a mais de milhares de pacientes. Embora reconhecido há muito tempo como o melhor hospital da América Latina, recentemente a Forbes citou o Einstein em seus vinte, “Os Melhores Hospitais do Mundo” e a Newsweek o classificou em 36º posição em sua pesquisa “Melhores Hospitais do Mundo” de 2021.

A CAP é muito boa para a saúde econômica do nosso laboratório. Por quê? Porque o processo é mais quantitativo o que torna a nossa qualidade visível e facilmente demonstrável. Podemos usar esses tipos de indicadores internamente para melhorar e expandir continuamente o laboratório e externamente para capturar mais negócios, com mais facilidade.

Cristóvão Luis Pitangueira Mangueira MD, PhD, MBA
Diretor Médico
Medicina Laboratorial Einstein

Um aspecto distintivo da cultura de qualidade do Einstein

Os laboratórios do Einstein também mantêm outras acreditações, incluindo ISO14001 e PALC, o Programa de Acreditação de Laboratórios Clínicos da SBCL/ML. Dr. Mangueira e Dr. Ferreira concordam que enquanto a acreditação CAP é complementar a outras acreditações, o CAP oferece um valor único.

“O CAP foi uma escolha para obter mais qualidade no laboratório”, afirma Dr. Mangueira.

“A acreditação CAP é mais técnica”, acrescenta Dr. Ferreira. “As listas de verificação são muito específicas, muito técnicas e cobrem o processo a partir de uma aplicação clínica.”

E embora o processo de acreditação do CAP seja mais rigoroso, não é disruptivo. Como parte da cultura de qualidade do Einstein, os laboratórios do Einstein tinham um histórico de vinte anos de uso de programas de teste de proficiência CAP, avaliação externa de qualidade (TP/AEQ). Essa familiaridade, além de um legado de controles internos de qualidade, fez com que o CAP rapidamente se tornasse parte da cultura de qualidade do Einstein.

“Na primeira vez, tudo é novo”, diz o Dr. Ferreira, “mas agora estamos maduros... é uma parte normal do nosso processo. Não é difícil porque os padrões do CAP está no nosso sangue – fazem parte do DNA de qualidade do Einstein”

A acreditação CAP facilita o crescimento

Desde que o principal laboratório hospitalar do Einstein obteve a acreditação da CAP em 2009, os checklists e processos da CAP passaram a ser totalmente integrados ao dia a dia do Einstein. Com base nas contribuições do CAP para o sucesso de seu laboratório hospitalar, o laboratório de referência NTO do Einstein tornou-se acreditado pela CAP em 2019.

O que ficou claro em ambos os casos é o quanto a CAP ajudou o Einstein a ter sucesso em seus objetivos de qualidade e crescimento: os exames laboratoriais passaram de 50.000 para 1,2 milhão por mês nos últimos vinte anos, com a maior parte do crescimento em exames ambulatoriais para clínicas e outros prestadores de cuidados de saúde. E no mesmo período, as métricas de precisão e segurança também melhoraram.

Na experiência do Einstein, a acreditação da CAP não muda fundamentalmente a maneira como seus laboratórios operam, mas refina suas melhores práticas, padroniza seus controles de qualidade e fornece uma garantia fundamental de que, à medida que o Einstein continua a crescer, a quantidade não diluirá a qualidade.

Como desenvolvemos parcerias públicas e B2B, tem sido muito importante ter a acreditação CAP, pois isso nos ajuda a controlar os processos para desenvolver essas técnicas e garantir a qualidade e segurança dos testes.

Carlos Eduardo dos Santos Ferreira, MD, MBA, PhD
Gerente Médico – Medicina Laboratorial
Diretoria M.D.A.

A confiança para enfrentar novos desafios

A parceria do Einstein com a CAP ajuda a prepará-los para desafios previsíveis e imprevisíveis em seu plano de crescimento, incluindo treinamento de novos funcionários, desenvolvimento de novos recursos de teste e atração de novas parcerias business-to-business (B2B). Todos foram colocados à prova em fevereiro de 2020.

“A maioria dos primeiros casos de COVID no país foram realizados em nossos laboratórios”, lembra o Dr. Ferreira. “Na verdade, o Einstein foi o primeiro laboratório privado no Brasil a ter permissão para relatar testes positivos para COVID.”

Em março de 2020, os laboratórios do Einstein também desenvolveriam o primeiro teste genético baseado em sequenciamento de próxima geração (NGS) do mundo para COVID.

“Crescemos muito nos dois anos desde o início da pandemia.” diz o Dr. Ferreira. “Como desenvolvemos parcerias públicas e B2B, tem sido muito importante ter a acreditação CAP, pois isso nos ajuda a controlar os processos para desenvolver essas técnicas e garantir a qualidade e segurança dos testes.”

“Se você controlar seu processo, se tomar as decisões certas, você minimiza os problemas”, reflete Dr. Ferreira. “A CAP proporciona isso para nós. Este é o nosso futuro.”